Cinco times brigam por uma vaga no quadrangular semifinal do Candangão BRB.

 Cinco times brigam por uma vaga no quadrangular semifinal do Candangão BRB.

Foto: Editoria de Arte/Distrito do Esporte

Além da disputa pela última vaga, três clubes duelam pela liderança e o Taguatinga luta para escapar do rebaixamento para a Segundinha.

FONTE: Lucas Espíndola/Distrito do Esporte.

A primeira fase do Campeonato Candango BRB está chegando ao final. Neste sábado (19/02) acontece a nona e última rodada, com cinco jogos acontecendo de forma simultânea. Todas as partidas serão importantes, já que será definido o líder da primeira parte do certame, além do último classificado e o outro clube que jogará a Segundinha em 2023. Capital, Brasiliense e Ceilândia já estão classificados para a próxima fase, enquanto o Luziânia confirmou o rebaixamento.

Por enquanto, quem ocupa a quarta e última vaga para o quadrangular semifinal é o Gama. O alviverde tem 12 pontos, com três vitórias, três empates e duas derrotas. A competição local está tão embolada, que até o primeiro time fora da zona de rebaixamento (Santa Maria) tem chances de carimbar uma vaga para a próxima fase. As únicas equipes que não conseguem tal feito são Luziânia, que já está rebaixada, e o Taguatinga, que briga para não cair e pode alcançar 10 pontos.

Confira abaixo os confrontos e o que cada equipe precisa para se classificar.

Para garantir a classificação de forma tranquila, o Gama pode vencer pelo placar mínimo, que garante a passagem para a fase seguinte. Caso empate, o Periquito terá que torcer para que nenhum time abaixo dele vença na rodada. O Verdão mineiro precisa da vitória para se classificar, além de tirar a diferença de saldo de gols para o próprio Gama e torcer para que Paranoá, Brasília e Santa Maria não vençam.

As duas equipes já estão classificadas para o quadrangular semifinal. A briga entre os dois clubes e para ver com quem fica a liderança do campeonato. Vale lembrar que, caso a equipe que terminou na primeira posição chegue até a final, ela poderá decidir o segundo jogo em casa. Um triunfo simples garante o Capital em primeiro, enquanto o Brasiliense precisa vencer o rival e torcer para que o Ceilândia não ganhe.

Na Vila Planalto, o Taguatinga recebe o Brasília. Para fugir da degola, o TEC necessita vencer de todas as formas e torcer para que Santa Maria ou Unaí percam. Caso o Santinha e o Verdão empatem seus confrontos, a Águia terá que golear o Colorado para melhorar o saldo de gols. Já o time vermelho briga pela classificação. A equipe precisa vencer e vibrar contra Gama e Paranoá, para que não vençam. Se a Cobra Sucuri triunfar diante do Ceilândia, o Avião terá que aplicar uma goleada e fazer um bom saldo.

Já classificado, o Ceilândia briga pela primeira colocação do certame. Para atingir o feito, o Gato Preto precisa vencer o Paranoá e torcer para que o Capital não triunfe diante do Jacaré. Enquanto o alvinegro já tem a vaga, a Cobra Sucuri busca o avanço para a fase seguinte. O time tem que vencer e torcer para que o Gama tropece diante do Unaí.

Rebaixado, o Luziânia só vai cumprir tabela na última rodada. Já o Santa Maria sonha com uma classificação para o quadrangular. A Águia Grená precisa conquistar a vitória diante da Igrejinha e torcer contra Gama, Paranoá e Brasília. O Unaí tem que vencer o Periquito e o Santinha terá a missão de ultrapassar os mineiros no saldo de gols. Tarefa difícil para a equipe, mas não impossível.

Última rodada com público? Só em um jogo

A nona e decisiva rodada não receberá público nos estádios do Distrito Federal, já que continua em vigor o decreto que proíbe torcedores em estádios do quadradinho. O confronto entre Gama e Unaí poderia receber os adeptos, já que será disputado em solo goiano. Porém, o alviverde candango divulgou que não terá venda de ingressos, já que o Diogão encontra-se sem laudos. A única partida que receberá torcida é o duelo entre Luziânia e Santa Maria, no Serra do Lago.

Print Friendly, PDF & Email
error: Conteúdo protegido!!
daya4d